Relato de uma gravidez na adolescência

16:01

Bom , para quem me conhece e acompanha provavelmente sabe um pouco sobre mim . E para quem não sabe , sou Paula Camila Silva Santana , tenho 16 anos , nascida em 05 de outubro de 2014 , libriana, mãe e casada .Sim , casadissima !!!
Descobri minha gravidez a pouco tempo , hoje com 21 semanas , estando no 5° mês de gestação , hoje me sinto um pouco mais tranquila em relação a quando eu descobri .

Como foi descobrir ? Como contar aos pais ? E o apoio , criticas e bobagens ?

Meu primo que me levou para pegar o resultado e ele mesmo que abriu . E disse que que deu positivo .
Foi estranho ,não muito desesperante , achei que o resultado iria dar negativo , só caiu a ficha quando todos os familiares que estavam comigo olharam o papel com o resultado e fizeram cara de espanto , o que me fez reagir pegando papel , e só para minha certeza estava escrito lá com todas as letras : POSITIVO !
Chorei bastante no momento não consegui nem falar com meu marido ao telefone . Fiquei pensando em tudo que ia acontecer .
Em questão de segundos toda minha família sabia , estavam em casa meu primo , minhas duas primas , meu priminho pequeno filho de uma das duas primas e eu . Nessa época estava passando um tempo na casa de minha tia e minha mãe mora ao lado , mas sempre morei com meu pai .
Depois que souberam ligaram para minha tia imediatamente e para meu pai , então TODOS , exatamente TODOS , sem exceções , ficaram sabendo .
Sempre disse que não gostava de criança , mas adorava bebês , e que nunca queria ter filhos independente da idade , sempre disse que nunca iria me casar e olha só , tudo que eu disse que não faria está feito .
Não tinha mas o que fazer era melhor que todos soubessem só que todo mundo tomasse um back , quando minha barriga tivesse na boca . 
Até cair a ficha é um pouco complicado , você fica frágil , chora muito , e as pessoas dizerem que isso foi porque você quis , que foi descuido seu , que a culpa é sua .
Mas no meu caso eu nunca iria imaginar que a camisinha ia estourar ou furar , e eu e meu marido se quer iríamos perceber .
Esses tipos de comentários não ajudam muito , além de serem desnecessários assim como pessoas dando opinião em sua gravidez , querendo controlar o que você faz .
Largo esses tipos de comentário de lado , apesar de incomodar , trato como comentários nulos , que não vai subtrair e nem acrescentar em nada na minha vida .

Minhas preferências foram não esconder nada de ninguém ,a maioria me apoiou ,apesar desses tipos de comentários idiotas , críticas desprezíveis e brincadeiras de mal gosto .

Houveram algumas mudanças :

Tive que mudar de colégio , mudanças no corpo ( óbvio ) e talvez isso te deixe mal , alguns dias você vai se sentir muito bem , já outros não (você irá se sentir diva , vai querer todo o mundo para você , toda atenção do mundo ).

O costume :

Agora o importante será você ter cabeça o suficiente além de desenvolver maturidade , querendo ou não , tem outra vida dentro de você , e quando você ver que sua vida virou completamente de cabeça para baixo só vai pedir a Deus para ter aquele ser em seus braços o mais rápido possível e não vai querer que esse momento acabe nunca , você irá desenvolver amor por uma pessoa que você ainda não conhece , um amor pré-vista , um amor incondicional , e vai desejar sentir logo aquele cheirinho de bebê , vai se pegar olhando sua barriga por vários minutos , ou impressionada talvez até chorando quando sentir os primeiros movimentos desse pequenos ser dentro de você e olhe que não são poucos , vai imaginar milhões de vezes como seu bebê irá nascer e algumas vezes até sonhar com isso quando conseguir dormir o que vai ser meio difícil depois que esse negocinho achar que sua barriga de noite vira boate , você vai se virar diversas vezes a noite e alguns dias não conseguirá dormir e acordara reclamando que os chutinhos , murrinhos e cabeçadas não deixaram .  Mas é a coisa mais maravilhosa do mundo , quem já foi mãe sabe o que eu estou falando , e quem está na mesma situação Parabéns .
Sua vida já não é a mesma tudo se volta em torno do bebê , mas você vai adorar a situação , os carinhos serão em dobro até porque ele está dentro de você .

Ser mãe ?

Na verdade , eu não escolhi engravidar , mas escolhi ser mãe , não me sentia preparada psicologicamente e muito menos financeiramente para isso , mas era contra o aborto e  escolhi o certo , porque mãe não é aquela que coloca mais uma criança no mundo , mãe é aquela que dá carinho , amor , protege e dar a vida por esse serzinho dentro de você , o serzinho que você gerou . O tesouro mais precioso do mundo .
Ser mãe me ensinou que sou muito mais forte do que eu pensava , mais dedicada do que imaginava e mais feliz do que eu jamais sonhei ser .
Quem fala que um filho acaba com a vida da mulher com certeza não é mãe . Lembre-se , seu corpo não é tudo e você pode recupera-lo  .
PARA SER UMA BOA MÃE , IDADE É O QUE MENOS IMPORTA .
Talvez você não sinta falta de muita coisa , até porque sua vida vai mudar e você vai se acostumar com isso, se preocupe em ser uma mãe presente e da toda a atenção do mundo ao seu filho , dentro da barriga ou fora dela .
Ser mãe na adolescência requer compreensão, renuncias e sacrifícios , amadurecimento, boa conduta, paciência . Amor, carinho e perseverança para cuidar de nossos próprios filhos.
Ser mãe é uma missão para poucas . É um dom . Não me arrependo do rumo que a minha vida tomou . 
Tenho orgulho de dizer com todas as letras : SOU MÃE!
Ser mãe adolescente é mostrar que você é forte e acreditar em si mesmo quando mais ninguém acredita. Filho não é um erro, Deus não erra!



Veja também

6 comentários

Deixem seu comentário , sugestões e link do blog que terei prazer em prestigiar .

Sherry London

Sherry London
Para noivas , debutantes e formandas

Popular Posts